Dilma Rousseff ainda não botou a cabeça do lado de fora para indicar o que pretende fazer em 2018. Ainda assim, o PT vem encomendando pesquisas para identificar o potencial eleitoral da ex-presidente.

Os governadores Flavio Dino, do PCdoB (Maranhão), e Wellington Dias, do PT (Piauí), já convidaram a petista a mudar o domicílio eleitoral para seus estados e disputar uma vaga ao Senado. Ambos estão bem avaliados pelo eleitorado.

O caso do Maranhão, no entanto, é mais complicado. Se Lula for candidato a presidente e Dilma aceitar a cantada de Dino, o Lula não poderá sequer sentar para conversar com o clã Sarney, inimigo mortal do atual governador.

Mas enquanto os aliados se movimentam por ela, Dilma nem emite sinais sobre seus planos para o ano que vem.

Publicado por Redação

A âncora de um jornalismo plural, limpo e independente é que torna o portal AmaisZD ponto de encontro entre os formadores de opinião e internautas ligados em tudo que há de novo no universo da informação.